Ah o Amor...

June 12, 2014

Amor é um nome dado para uma infinidade de comportamentos. Podemos dizer que amamos alguma coisa, alguém ou alguma ideia quando esse comportamento de amar é reforçador: adiciona em nossas vidas algum estímulo bom e/ou retira algum estímulo ruim, e assim aumenta a reprodução desses comportamentos.

Existem muitos comportamentos típicos no amor, como por exemplo sentir aquelas famosas “borboletas no estômago”, você já deve ter passado por isso. Essa reação trata-se de uma resposta automática a aproximação com uma pessoa desejada. Outros reflexos que costumam acompanhar são o disparo do coração, suor nas mãos e outras reações típicas da ansiedade, que normalmente nesse caso acontece com a expectativa por algo que seja um grande reforço. 

Quando se está apaixonado, ao passar um tempo com o objeto do seu amor é comum dizer que o mundo que está a sua volta some, ou se silencia. Isso acontece porque naquele momento a percepção fica mais voltada para a pessoa amada. Desse modo, o indivíduo apaixonado deixa de perceber o que acontece à sua volta com a mesma precisão, e passa a perceber com maior precisão as reações emocionais da pessoa desejada.

Ao ser privado do contato com a pessoa desejada, faz com que esse indivíduo apaixonado lembre-se o tempo todo do objeto do seu amor, confundi-lo com outras pessoas na rua, querer ligar, ouvir a voz, sentir o cheiro, querer saber se está bem, são todas respostas aprendidas por acompanharem momentos felizes e de carinho.

Por: Tatiane Arruda

Please reload

Postagens Em Destaque

Setembro Amarelo: Prolongue essa ideia!

October 1, 2016

1/10
Please reload

Postagens Recentes

August 25, 2014

Please reload

Arquivo
Please reload

Buscar Tags
Siga-Me
  • Facebook App Icon

 

© 2014 por Tatiane Arruda 

Telefone

(11) 9 5302-2029

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now